Ossos de espécie marinha por identificar expostos em Sines

Recentemente encontrados na Praia da Costa do Norte, a norte de Sines, dois ossos de grandes dimensões, possivelmente de baleia, vão ser estudados no Laboratório de Ciências do Mar da Universidade de Évora, onde estão expostos.

É possível que um dos ossos seja do maxilar inferior de uma baleia e o outro, do crânio de um mamífero marinho deste tipo, da região occipital.  Para além do seu estudo científico, com vista à confirmação desta classificação e à identificação taxonómica da(s) espécie(s) a que estes ossos pertencem, pretende-se utilizar estes ossos em atividades de ensino e divulgação científica.

Com a sua exposição num espaço público, em frente ao Laboratório do Mar, em Sines, pretende-se contribuir para o conhecimento da vida marinha e para a sensibilização da sociedade relativamente à necessidade de proteção dos mamíferos marinhos e dos ecossistemas em que vivem.

 “É impressionante o peso destes ossos, e imaginar que são uma pequena parte de um pesadíssimo esqueleto de um enorme animal que há poucos anos viveu neste mar é absolutamente fantástico”, sublinha João Castro, investigador do MARE numa operação que contou com o apoio e a colaboração da Câmara Municipal de Sines.

Publicado em 29.04.2020
Fonte: GabCom | UÉ