Manuel Mota distinguido nos EUA

Foi atribuído a Manuel Mota, investigador do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas da Universidade de Évora (UÉ), o prémio "Distinguished Alumnus Award” atribuído pela School of Plant and Environmental Sciences (SPES), do College of Agriculture and Life Sciences (CALS) em Virginia Tech, Estados Unidos da América.

O investigador avança que foi “com grande surpresa, mas enorme satisfação" que tomou conhecimento da atribuição deste prémio de mérito instituído pela SPES, concedido anualmente a um ex-aluno (“alumnus”) de pós-graduação, da Virgínia Tech.

O também Professor do Departamento de Biologia na Escola de Ciências e Tecnologia da UÉ  frequentou “esta excelente universidade”, no âmbito do seu programa doutoral (PhD in Plant Pathology), entre 1987 e 1992, como bolseiro Fulbright, considerando que “foi talvez a minha melhor experiência académica universitária”. Esta instituição “deu-me uma sólida formação científica e académica, com oportunidade também de leccionar durante 3 anos como assistente”; “é um enorme «campus» de 1300 hectares, com 34 000 estudantes de praticamente todos os países do mundo, com um rácio de 16:1 (estudantes-docentes), classificado nos EUA em nº 46, no “ranking” das universidades americanas”.O CALS é composto pela “Virginia Agricultural Experiment Station” e mais um conjunto de outros departamentos e organismos, “que poderíamos mais ou menos equiparar a uma grande Faculdade, integrando Ensino-Investigação-Extensão” refere o investigador.

A cerimónia de entrega do prémio está agendada para o próximo dia 22 de Março de 2019 no Centro de Conferências Virginia Tech and Skelton Conference Center.

Publicado em 28.01.2019
Fonte: GabCom | UÉ