Expectativa do Impacto do Sistema Interno de Garantia da Qualidade (SIGQ) da Universidade de Évora na produção científica e atividades de investigação e desenvolvimento

A Universidade de Évora dispõe de um conjunto de ferramentas de monitorização e de promoção da qualidade. É esperado que a certificação do SIGQ venha ajudar na sua divulgação. . .A Universidade de Évora dispõe de um conjunto de ferramentas de monitorização e de promoção da qualidade no que diz respeito às atividades de investigação e desenvolvimento, algumas delas ainda pouco conhecidas internamente. É esperado que a certificação do SIGQ venha ajudar na sua divulgação.

A Universidade de Évora dispõe de um conjunto de ferramentas de monitorização e de promoção da qualidade no que diz respeito às atividades de investigação e desenvolvimento, algumas delas ainda pouco conhecidas internamente. É esperado que a certificação do SIGQ venha ajudar na sua divulgação.

A face mais visível destas ferramentas é talvez o sistema de avaliação do desempenho dos docentes por ser a que mais impacto teve na comunidade académica. Associado a este sistema está o uso do Repositório Digital de Publicações Científicas, cuja utilização deve ser encarada como uma das boas práticas neste campo e como um motor da qualidade, mesmo que o seu uso possa não ser totalmente amigo do utilizador.

Outra ferramenta fundamental, mas ainda desconhecida por alguns, são os indicadores de investigação, criação cultural e artística, os quais estão ligados ao Programa para a Promoção da Qualidade da Universidade de Évora (PROQUAL) e que importa difundir e publicitar. Estes indicadores, publicados no relatório anual do PROQUAL, devem ser devidamente considerados por todos nós como uma forma de promoção da melhoria contínua da nossa Universidade. A qualidade das Instituições passa também pela importância que os seus intervenientes dão à existência destes indicadores e da forma como os mesmos são considerados. A forma como todos se comprometem ativamente para atingir as metas estabelecidas é determinante para a melhoria da qualidade.

A melhoria da publicação científica e da criação artística e cultural envolve entender a qualidade, e sua monitorização, como ferramenta de trabalho indispensável.

É também esperado que o relatório da A3ES, e a certificação do SIGQ, venha promover uma maior ligação entre o IIFA e as outras estruturas da Universidade para ocorrer um reforço da promoção da qualidade, a qual deve estar alicerçada em critérios objetivos e claros, bem como em metas a atingir.

João Nabais | Pró-Reitor para as Relações com a Comunidade

Publicado em 28.05.2013